domingo, 3 de abril de 2011

A Morena fez plástica










                                      A Morena fez plástica

            Veja que tolice fez a Morena, é, aquela mesma, bonita de dar pena, que já foi apresentada e por quase todos cantada.
            A Morena fez plástica, gente!  Está toda contente, se exibindo como sempre, sorrindo mostrando o dente objeto da tal cirurgia.  Era torto, mas para sua alegria, o que ela julgava morto, ganhou vida nova, quem diria!  A paquera aumentou muito, quem viu gostou, amou, adorou o novo belo sorriso que se abre até o siso.  E vai ela toda sestrosa, rebolando toda prosa, metida só por ser bela.
            Dizem que agora, mesmo requebrando não dá bola aos incautos desprevenidos que aborrecem os seus sentidos: reclama, diz que quer briga, mas todos sabem que é na cama o local da intriga.  Deitou, dormiu, há quem diga que esta linda Morena, bonita de fazer pena, está apaixonada.
            Tá nada, é mentira, ela não perde tempo com coisa que traga alento.  Virou artista de tinta, e com toda esta pinta, quando pega algum vento, a saia levanta e todo o povo se espanta.  Aquilo é corpo?  Coisa de deixar vivente morto, basta ver as pernas, minha gente.
            E ela, sorridente, fica mexendo com a gente, pensa que somos de ferro, mas vai acabar no berro de algum infante mais quente.
            Tudo voltou, minha gente!  Muita pessoa contente, querendo a Morena cantar.  Perda de tempo, ela quer é casar.  Foi noiva, mas o coitado morreu apaixonado, de tanto a ela agradar.  Morreu duro, durinho, estava feito um muro de pedra lavrada, pois a Morena é muito malvada quando o ambiente é escuro.
            Não caia no seu encanto; vai ser tremendo seu espanto.  Deixem a Morena passar!  Ela ninguém vai matar, a tal linda Morena, bonita de fazer pena, só gosta de se mostrar!

            Ei, eu disse a esta garota pros cabelos não pintar.
            Imagem:  G1

17 comentários:

Mardilê Friedrich Fabre disse...

Pois é, acabei de ler mais um de teus textos, Jorge. Uma prosa gostosa, que me deixou presa à tela. Atenta. Acredito que nem pisquei até chegar ao final. Abrs. Mardilê

Teresinha Oliveira disse...

Gostei muito.Parece crônica carioca Rio,onde essas morenas 'sestrosas' desfilam impunes maltratando o coração dos malandros e malandrecos
Só um dente postiço lhe aumentou a
sedução...

Caio Martins disse...

Beleza, Mestre Jorge. Morenice é coisa séria... Sempre aplaudimos, abobados. Abração.

Roseli disse...

Jorge,

belo texto!...fiquei atenta do início ao fim...Parabéns!
Abraços
Roseli

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Morenaça de verso em prosa, linda como ela só, obra do ourives Jorge. Parabéns, amigão!

Rita Lavoyer disse...

Eu quero que todos caiam aos pés da Morena, loira depois, somente para morrer de rir!
Ri ri ri ri ri ri
Tá tá tá tá tá tá!
Isso mesmo, Morena, dá-lhes o seu chicote!

Marcia disse...

A morena (agora loira) em pose dengosa virou musa de uma prosa gostosa ..bjus

Vaninha disse...

Oi, Jorge! Simplesmente sensacional sua prosa poética! Uma história bem humorada, bem escrita e criativa! ADOREI! Beijos.

Ana Maria disse...

O mais interessante é o ritmo que você imprime: cadenciado e sensual.
Isso dá samba e dos bons!
Beijos mil!!!

Genny Xavier disse...

Jorge,
Leveza e poeticidade na prosa expressa a cerca da morenice brasileira...pura brejeirice e sensualidade.
Grande abraço,
Genny

petuninha disse...

Jorge!
Essa Morena é atraente, sensual e misteriosa. Seja ficção ou realidade, ou as duas juntas, ela encanta o escritor.
Como musa, de vez em quando volta e reanima a sua inspiração. Prosa poética bela pela musicalidade, pelo olhar de admiração masculino.
Encontra-se aí imagem da mulher brasileira, cantada pelos poetas e compositores.Parece-me uma nova "Garota de Ipanema".
Muito boa, tanto a Morena, como o texto que ela inspira!
Beijos.

lino disse...

Bela prosa, amigo Jorge.
Abraço

Natural.Origin disse...

Palavras encantadas...

:)

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Belo blog, Jorge. Parabéns.

www.ofalcaomaltes.blogspot.com

Rita Lavoyer disse...

Olá, Jorge, escolhi este blog, cheio de vida, para receber o SELO STYLISH BLOGGER AWARD. Escolhê-lo foi uma satisfação pra mim, tanto quanto foi ter recebido a indicação a ele. Passe lá no meu blog e pegue as instruções.
Obrigada Rita Lavoyer

Rosana disse...

É...Os cabelos poderiam ser verdes...Você nem iria notar...rss...

Non je ne regrette rien: Ediney Santana disse...

coitada da morena vive para os olhos dos outros e não sabe-se mais pessoa alguam