domingo, 6 de dezembro de 2015

Impeachment

                         

            Destituir Dilma do poder é tarefa facílima.
            A presidente defendeu-se dizendo que não é ladra, nem possui conta bancária no exterior.
            O motivo do impedimento não é esse.  A manobra é de diversão.  Diz-se uma coisa, quando o objetivo é diferente.  Dilma arrasou com as finanças brasileiras, hoje visto nos países estrangeiros como decadente, mentiroso e mau pagador.  Um tapa na nossa cara!
            Ninguém está a acusando de alcances, nem de acúmulos bancários ilícitos no estrangeiro.  Hélio Bicudo, fundador do PT,  Miguel Reale Junior e Janaina Paschoal estão baseados no crime de responsabilidade fiscal.  A despesa do governo foi muito superior a arrecadação, o que caracteriza o ilícito penal.  O fato é criminoso, definido em lei.  Se o suspeito presidente da Câmara o admitiu para a instauração do impeachment, o processo deve seguir seu curso normal.
            Este é o argumento mais forte, que não pode ser contestado, e ele existiu, todos sabem disto. Que os petistas não venham com o argumento de que se trata de golpe.  Não é e eles sabem bem disso, apenas usam o argumento para tentar, como sempre, iludir o povo.  Mas este está alerta.  Sessenta e três por cento dos brasileiros entendem que Dilma deve perder o poder, imediatamente.
            A política é delicada.  Facções favoráveis ao seu partido prometem marchas de protesto contra a votação do impedimento.  A oposição ‘golpista’ ainda não organizou um só movimento de apoio, erro grave.  Deputados e senadores dependem de votos para a manutenção dos importantes cargos no Legislativo Nacional.  Frente a uma passeata como em 2013, são capazes até mesmo de votar o impedimento sem seguir o rito processual.  Sessenta e três por cento da população quer o impeachment.  Não há como negar uma evidência.  Não se trata de golpe, mas de democracia fluindo.  O povo manda!
            O país que prometia, hoje é o campeão do desemprego, da inflação, da recessão, dos crimes contra o patrimônio público e paramos por aqui para não cansar.

            Dilma não é ladra, ao que tudo indica.  Mas é a pior presidente que o país já teve, na época republicana.  Culpada sim, de crimes de responsabilidade fiscal, conforme o apurado pelo Tribunal de Contas da União. Não há como deixar de julgá-la severamente.  É péssimo para o país, seu povo e seu futuro. 

12 comentários:

Rita Lavoyer disse...

Misericórdia! sou a favor de que saiam: Dilma, Temer, Renan e Cunha numa tacada só! Aliás, não somente estes, mas uma faxina geral na política nacional. Que os delatores abram seus bicos, não deixando sobrar um piolhento sanguessuga de almas inocentes, sem ser punido. Basta!!!

Carmem Velloso disse...

Assisti num programa de entrevistas, "Painel", com William Waack, um entrevistado afirmando que na situação que nos encontramos, quem souber algo para ajudar o país que o faça de imediato. Acredito que foi esta sua vontade, Jorge.
Beijos,
Carmem

ॐ Shirley ॐ disse...

Deus o ouça, Jorge. O impeachment precisa acontecer logo, tudo no Brasil é feito em banho-maria...
Bela crônica, querido amigo!
Um forte abraço!

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

As forças armadas tinham que cumprir sua missão constitucional, invadir Brasília com tanques de guerra e transformar esses merdas em carne moída. Mas os militares não se mexem e deixam-se comandar por um comunista desqualificado...

Célia Rangel disse...

"Nunca antes na história do Brasil" se viu tamanha desordem cívica, moral e institucional em nome da "democracia"! Somos um povo flexível que se adapta as diversas situações... Mas, para tudo há limite! E, nossa flexibilidade chega a um ponto insustentável!
Abraço.

Caio Martins disse...

Jorge, já caiu "La bruja" Kirchner e "El podrido" Maduro levou baita sova eleitoral ontem. Parece que há uma epidemia popular de vergonha na cara em andamento, nestes pagos esquecidos do mundo... O único golpe recente iniciou-se, homeopaticamente, em 2003. Os 'bolivarianos" estão na chapa quente. Há que saber como fritam... Forte abraço!

marcia disse...

Jorge, sou a favor do impeachment como todo brasileiro, mas quem colocar no comando da nação que não seja corrupto?...Continuo esperando o desfecho da saga do PT...bjus

Mardilê Friedrich Fabre Mardi disse...

Não gosto do que acontece no Brasil politicamente. Já vi demais para me preocupar com políticos. Nada posso fazer, então "deixo rolar". Se fosse mais moça, se não estivesse doente, tv tomaria alguma atitude. Assim,só espero.

Celso Felício Panza disse...

Presidência da República
Casa Civil
Subchefia para Assuntos Jurídicos


LEI Nº 1.079, DE 10 DE ABRIL DE 1950.

Define os crimes de responsabilidade e regula o respectivo processo de julgamento.

O PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta eu sanciono a seguinte Lei:

PARTE PRIMEIRA

Do Presidente da República e Ministros de Estado

Art. 1º São crimes de responsabilidade os que esta lei especifica.

Art. 2º Os crimes definidos nesta lei, ainda quando simplesmente tentados, (BASTA TENTAR...) são passíveis da pena de perda do cargo, com inabilitação, até cinco anos, para o exercício de qualquer função pública, imposta pelo Senado Federal nos processos contra o Presidente da República ou Ministros de Estado, contra os Ministros do Supremo Tribunal Federal ou contra o Procurador Geral da República.

Art. 3º A imposição da pena referida no artigo anterior não exclui o processo e julgamento do acusado por crime comum, na justiça ordinária, nos termos das leis de processo penal.

Art. 4º São crimes de responsabilidade os ATOS DO PRESIDENTE DA REPÚBLICA QUE ATENTAREM CONTRA a Constituição Federal, e, especialmente, contra:

I - A existência da União:

II - O livre exercício do Poder Legislativo, do Poder Judiciário e dos poderes constitucionais dos Estados;

III - O exercício dos direitos políticos, individuais e sociais:

IV - A segurança interna do país:

V - A probidade na administração;

VI - A LEI ORÇAMENTÁRIA;

SE DESCUMPRIDA COM QUALQUER MODALIDADE DE CULPA...MESMO EM SENTIDO LATO. MAS QUEM DESCUMPRE ORÇAMENTO POR NEGLIGÊNCIA? SEM INTENÇÃO? SE DESCUMPRE QUERENDO O RESULTADO, CLARO, É ATO FORMAL.

CAIXAS ALTAS NOSSAS.

Jorginho, refiz como por vc solicitado, por ter saído truncado. Apague o outro. Abraço. Celso

Tais Luso disse...

Aquela carta - enviada ontem - do Michel Temer à 'Presidenta' foi nitroglicerina pura...
Abraços, Jorge.

Anderson Fabiano disse...

Ando cansado de tanta cortina de fumaça. Esses petistas são um saco: se já não bastasse a falta absoluta de compromissos com as esquerdas históricas desse país, agora que pensam ser "mocinhos" vivem falando em golpes, coxinhas e outras bobagens sem fundamento ideológico. Saco!
Uns chatos de galocha!
E tenho dito...

GARÇOM, OUTRO CHOPE!

IDERVAL REGINALDO TENÓRIO Tenorio disse...

O blog é eclético e atual, versa sobre a humanidade e este tema, mais do nunca, aflige o mundo brasileiro e global como um todo. Parabéns. Iderval.