quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

Foram-se os líderes


                                           

            O mundo está atravessando um período difícil.  Foram-se os líderes.
            Com a posse em 20 de janeiro de Donald Trump, o horizonte toma cores ainda bastante indefinidas.  O homem parece mesmo “a bull in a China shop”, nem mais, nem menos.  Obama foi o último que resistiu as fraquezas do momento.  Restam Angela Merkel e Vladimir Putin, este um veterano em manter-se no poder.
            Piora o panorama quando vemos a ascensão da direita extremada por toda a Europa.  Marie Le Pen não parece nada indicada para o momento francês, como Trump não é para os Estados Unidos.  Um presidente protecionista, xenófobo, preconceituoso, não inspira confiança em ninguém.  Arrisco uma opinião: ele não chegará ao fim do seu mandato, por questões de política interna e externa.  Presidente americano que volta as costas a Wall Street está com os dias contados, segundo afirmam os melhores conhecedores de política norte-americana.
            Perdemos todos nós, especialmente agora que o país dá sinais de tênue recuperação econômica.  Fraca mesmo, mas parou de cair, o que é bastante positivo.  A situação brasileira melhora muito quando vemos investidores estrangeiros voltando a apostar no Brasil.
            É um assunto árido, mas que não posso deixar de fazer registro.    




10 comentários:

Anderson Fabiano disse...

Querido Jorge,

Quando na presidência dos EUA, Bill Clinton afirmou em entrevista parcialmente publicada em meu livro mais recente, que havia um "poder" dentro do Poder: Sistema financeiro internacional, grandes corporações, principalmente a turma do petróleo, agências de segurança, militares das chamadas Operações Especiais. Isso tudo amparado pelas "Três irmãs": Clube Bildenberg, Conselho de Relações Exteriores e Comissão Trilateral e os famigerados Illuminati.
Sempre disse que quando um presidente assume, 60 ou 70% do que vai acontecer em seu governo já está definido. Ele só vai sair nas fotos assinado os pseudo documentos.
Esse Trump é uma perigosa piada. Se suas declarações não fizerem parte de um circo eleitoreiro, acho que o menino do topete esquisito está com os dias contados.
Abraços fraternos,
Fabiano

Valentina disse...

GOSTO DE LER SEUS POSICIONAMENTOS POLÍTICOS, POIS RESUMIDAMENTE VOCÊ ME ATUALIZAR POLITICAMENTE, NUMA LINGUAGEM QUE Consigo ENTENDER E FORMAR A MINHA OPINIÃO..OBRIGADA PELOS ENSINAMENTOS...

Mardilê Friedrich Fabre disse...

És verdadeiramente um observador da política nacional e internacional Teus textos são verdadeiros e elucidativos. Abrs Mardilê

Célia Rangel disse...

Há uma marca profunda deixada por Obama e família! Seres humanos que demonstraram que é possível, sem afetação alguma, valorizar "o humano" acima de qualquer poder, com postura íntegra de ética e moral.
Obama, deixará saudade!
Abraço.

Tais Luso disse...

Pois é, querido amigo Jorge, o cara é muito esquisito, também falei por aqui que talvez ele fique pelo caminho... Aquele jeitão de John Wayne enlouquecido, me faz pensar! Os ministros de sua escolha não estão fechando muito com suas ideias, a coisa já não começa bem. Destrambelha logo. Acho que vamos ficar com saudades do Obama, sim. Amanhã será a posse da criatura, estarei a postos. Lógico que torcerei para que acerte o máximo, pois tudo que for feito lá respingará por aqui, afinal, será o presidente da maior potência. Mas não tenho dúvidas que todos iremos ficar um tanto estarrecidos...Até Almodóvar disse que Trump inspira filme de catástrofes...rss.
Bem, resta esperar!
Grande abraço, Jorge.

Carmem Velloso disse...

Concordo com todos que me antecederam. Ou o Homem-Cenoura fez todo aquele circo só para se eleger, e vai rezar na cartilha americana, ou sofrerá um impeachment. Coisas tenebrosas não estão descartadas, claro!
Gostei do seu recado, Jorge. Escreveu pouco e disse tudo, não esquecendo da nossa terra.
Beijos.
Carmem

https://caiovmartins.blogspot.com.br disse...

Não tendo boiadeiro a boiada estoura, Jorge. Prato feito para predadores! Abraço!

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Idem idem, assino embaixo, Jorge. É de meter medo o quadro político atual. E não só aqui, infelizmente. Abraços! E.T.: não venho recebendo mais avisos de novas postagens.

marcia disse...

Jorge,concordo com cada palavra escrita.
Estamos vivendo momentos de incertezas...Bjus

Aleatoriamente disse...

Puxa e eu que cheguei agora? Lendo esse texto tão bem escrito digo: Faço das suas palavras o que queria dizer. Belo!