terça-feira, 13 de julho de 2010

Bandeira do Brasil

Bandeira














Pais e professores ensinam, desde somos pequenos, que a bandeira nacional é linda.
Um exagero. As cores são muitas. Mas quando vemos tremular num mastro a Bandeira Nacional, sempre dá um arrepio. Sem patriotadas.
Existem duas bandeiras. Verifique. Uma é a da festa, da alegria, do amor, quando o povo ‘veste’ o pavilhão, em ocasiões festivas, como a Copa do Mundo, onde não fomos como deveríamos.
É a camisa da massa, beijada, acalentada como criança fosse.
O símbolo da pátria servindo de manto para um casal, um jovem, seja branco ou negro, igualado por estar vestindo o pendão auriverde.
Emociona e grupa o povo!
Mas é também aquela bandeira que ao sabor do vento, engalanada, mostra-se como uma grande mãe, quando envergada.
Continua sendo motivo de alegria, mas agora com respeito do mesmo cidadão que com ela se envolve, num belo ato de amor.

10 comentários:

ღPat.ღ disse...

Querido Jorge,

Lindo seu texto sobre a bandeira!
Independente de qualquer questão política ou social, sou brasileiríssima e sinto grandes emoções com ela...

Um beijo especial com carinho.

Barbara disse...

Estais certíssimo.
Cores demais porém diversos demais somos...
Mas o que peço permissão prá contar é que, estando um dia em Brasília, num descontraído passeio pela Esplanada dos Ministérios, e pela Catedral, arrepiei-me diante da bandeira que, altíssima, dançava, falava, exultava ao vento, coisas que vi, senti mas não descobri os segredos dela bandeira, com o vento , este mesmo que leva e traz os tempos todos...

Sueli disse...

Não quero ser bairrista, mas nossa bandeira é linda mesmo, não? É interessante esse sentimento de respeito, essa importância que esse "pedaço de pano" exerce sobre nós. Linda homenagem ao nosso principal símbolo. Abração!

Chica disse...

è realmente algo emocionante pensdar e ver nossa bandeira.E olha, eu não sou nenhuma fanárica ou tri patriota...Mas vê-la me emociona, assim como nosso hino...E quanto ao teu comentário por lá, tens razão,vivi mais ou menos aquilo.Foi difícil, ma depois, valeu!Perder a identidade aos 39 anos foi barra.Ainda bem que a "achei " logo,srsrr...Não me dou muito tempo pra ficar remoendo coisas...abração,chica( amanhã entrarei em férias, voltando em agosto)

Blogat disse...

...é linda!

Crys disse...

realmente lindo seu texto meu querido, venho agradece-te a visita e seguir-te tambem, e muito obrigado pelo comentário, pois vindo de voce me sinto lisonjeada...bjs carinhosos...

Caio Martins. disse...

Eita, Jorje, é realmente bonitona, a danada...
Abração.

Pedro Jorge disse...

Verdadeira poesia, Jorge.
Parabéns, abraço.
Pedro

Rita Lavoyer disse...

Gosto da nossa bandeira. Suas cores são fortes e vibrantes. Parabéns, Jorge. Grande abraço

Renata de Aragão Lopes disse...

Um exagero de cores?
Não acho.

Creio que temos
a mais bela bandeira
e o mais imponente dos hinos!

Nacionalismo faz falta...

Beijo,
Doce de Lira