terça-feira, 24 de abril de 2012

Pajelança

Todos os que me conhecem sabem que não faço o tipo de entendedor da medicina alternativa. Não sou irresponsável. O fato é que minha mulher, preocupada com diabetes na família, comprou um kit confiável, de grande laboratório conhecido mundialmente. Sua intenção era submeter todos ao certo exame do mencionado aparelho. O primeiro a servir de cobaia fui eu mesmo. Uma sobrinha, farmacêutica diplomada, ensinou a usar o dito cujo e pediu meu dedo anular esquerdo. Uma picada indolor, sem susto. Não estava em jejum e já havia tomado dois copos de vinho, era meio-dia de um sábado. Duzentos e seis miligramas de glicose por decilitro de sangue, indicou a traquitana. Diabético! Mas que diabo, mais esta! Verdade, ninguém pode ter os 98% mg/dl sem doze horas de jejum, ainda mais no segundo copo de vinho tinto chileno, beleza de coisa boa. Tem pouco tempo isto. Pretendo fazer a virada, em 30 de abril, sem muita restrição. Contrariando a minha própria razão, e entendendo que sou um imbecil mesmo, apelei. O infeliz do medidor de glicose que vá para o diabo que o carregue. Antes do meu aniversário, nem pensar em médico. Coisa minha e circunstâncias especiais, que ninguém duvide. O título da postagem é “Pajelança”. Foi o que fiz. Estou a poucos dias do aniversário e o índice não subiu. Vou ser processado, mas ensino. Tenho na minha casa duas trepadeiras de pata-de-vaca, e muita gente já me pediu folhas, asseguram-me que é muito eficiente no tratamento da hiperglicemia. Fiz o chá, tirando folhas tenras e deixando em água fervente dois minutos, ao menos. As folhas são picadas. Depois de a água levantar fervura, despejo três folhas da pata-de-vaca, e mantenho a panela tampada. Aguardo uns cinco minutos e bebo com chá verde, este comum que vende em supermercado. Depois do dia 30, enfrento o médico. Vai pedir cintilografia até da unha do pé, mas não tenho alternativa. Talvez, ou melhor, com muita certeza, vinho só pouco, uma taça, e alimentação severa, que não me assusta. Faça esta medida também! Diabetes é uma doença controlável, mas se existe abuso, as consequências são graves. Muito graves! imagem: Folhas de pata-de-vaca

13 comentários:

Rita Lavoyer disse...

Olha, Jorge! Cuide-se. Esposa não existe por acaso e a medicina também não. E um bom marido precisa das duas. Elas são sábias.
Feliz aniversário antecipado. Que o dia 30 chegue alegre para abraçá-lo nesta virada de data especial todos os dias.

Graça Campos disse...

Beleza de coisa boa é o seu texto, Jorge! Desde hoje, desejo-lhe feliz aniversário com todos os resultados de exames excelentes!

Um abraço, Graça Campos

Espelho disse...

Adorei a pajelança, sou adepta e se tem grandes resultados! Controlo todo o meu sistema celular com chás de meus Xamãs Mentores... E gostei de saber de pata de vaca para o controle da glicose...
E o 'niver' termo novo dos internautas desta fase atual de nossas vidas?!, vamos dar uma passadinha aí em Niterói para oferecer o seu presente e tomar um cálice desse vinho chileno tinto que fiquei com água na boca... Sou louca por vinho tinto suave, cai feito uma dose de remédio para a 'alma vinhática'! Parabéns, meu querido amigo! Controle a sua glicose e tenha muitos e muitos anos de vida nos presenteando com a sua lucidez espetacular de escrever qualquer assunto e que vira uma grande arte de Sader Filho! Adoro ler você e adoro a sua amizade, parece que somos amigos há muito tempo! Um grande e forte abraço pelo seu dia especial, PARABÉNS! Mel Racional

lino disse...

Eu sou diabético há vários anos e lá vou controlando as coisas, tanto que o médico me reduziu a medicação a semana passada! Um vinho não é problema, principalmente se for tinto, mas a feijoada é má. Faça um exercício físico e boa sorte!
Abraço

petuninha disse...

Jorge!

Narrativa interessante. Leve de ser lida.

Aproveite o seu aniversário e tenha bons resultados nos exames.

Parabéns!
Beijos! Petuninha.

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Convivo de perto com isso, Jorge. Minha esposa é diabética desde os 12. Te desejo boa sorte nos exames e um feliz aniversário no dia 30. Um grande abraço.

marcia disse...

Jorge,toda sorte do mundo com seus exames...É sempre bom ler você...bjus

Mardilê Friedrich Fabre disse...

Olha, Jorge, diabete é sério, é uma doença muda. Ela ataca órgãos vitais, como coração, rins, olhos. Te cuida, amigo. Abrs. Mardilê

Simplesmente Malu! disse...

Jorge, meu caro poeta,
Como diria Guilherme Arantes em uma de suas belas canções: "Cuide-se bem, eu quero te ver com saúde, sempre de bom humor e de boa vontade..."
Meus parabéns antecipados!

PS: Quanto à pajelanças,parto do seguinte princípio: "O que abunda não prejudica!" Rsrs...

Feliz aniversário antecipado!!!!

Nadir DOnofrio disse...

Caro Jorge, todos nós temos algo para ser tratado é, em se tratando de Diabetes os cuidados devem ser considerados.
Na família de minha mãe, todos foram premiados, algumas pessoas seguiam a dieta e faziam chá desta planta mencionada por você.
Realmente, funciona. Os demais, que não se cuidavam tiveram um final triste.
Teu artigo é oportuno e esclarecedor.
Obrigada por ter compartilhando com os leitores.
Em tempo quero agradecer, sua gentil visita, incentivo em meu site.
Abraços ...Nadir

IDERVAL TENÓRIO disse...

Caro Guru Jorge, é pajelança da boa,pajelança que funciona.Agora depois da estripulia do vinho,do queijo e do diabo a quatro ,a glicose deveria se encontrar acima da média.Mais pajelança amigo Jorge, é o leigo possuir em casa todo o instrumental médico sem ser médico ou sem doente. Tensiômetros,estetoscópios e outras geringonças que aferem os níveis de determinados valores apenas trazem e geram preocupações desnecessárias,principalmente se estes utensílios forem ELETRÔNICOS.falham, e muito:EU NÃO APROVO,veja que sou médico a a 35 anos.A reza,a pajelança e a fé fazem parte da cultura mundial. Sem deixar de visitar o médico. Iderval.

Andanhos disse...

Querido amigo, vim desejar a você um feliz aniversário.
Esse chá tem ação hipoglicemiante, mas o mais seguro é procurar um bom endocrinologista e fazer o tratamento adequado.
Saúde, felicidade e juízo!
Beijos.

Maria Luzia Fronteira disse...

Interessante experiência Jorge que poderá servir de lição a qualquer um.
Parabéns por mais um belo tema.
E nunca é demais zelar pela saúde...que seu dia de aniversário seja muito feliz.
bjos
manuela