terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Arte















Dificilmente alguém dirá com certeza e segurança o que é a arte. Os teóricos dão definições, explicam a atividade humana que necessita e exige espírito elevado quando se dedica ao ramo que prefere e pratica.
Interessante que muitos artistas viveram vidas tumultuadas, mas no momento que praticavam seu ofício a disciplina tomava conta. Não é necessário dar exemplo, creio. Todos conhecem um músico ou pintor com a vida completamente desregrada, mas excelente artista. O que se nota é um grande entrelaçamento entre todas as artes, literatura incluída. Na minha visada, sua irmã mais próxima é a música. A opinião é pessoal e não tenho como justificar; apenas sinto. Não se trata de fato intelectual definido, mas tão somente uma emoção.
 Também não faço distinção entre as formas de determinada arte, se a popular é menos valiosa do que a dita clássica. Muitos livros que eram vendidos nas bancas de jornal são bem melhores do que outros tantos, lançados por grandes editoras. Dou apenas um exemplo: o escritor Ed McBain, autor da série famosa 87º Distrito Policial, era tão bom como qualquer autor da Gallimard. Não é mais encontrado. A antiga Edições de Ouro transformou-se e infelizmente não tem suas livrarias espalhadas pela cidade, nem seus livros mais populares são vendidos nos jornaleiros.
A opinião não é só minha. Há alguns anos, a acadêmica Nélida Piñon observou a poesia de Cartola (Angenor de Oliveira, 1908, 1980). Categoricamente afirmou com autoridade que considera o compositor um dos grandes poetas brasileiros. E justificou com a letra de “As rosas não falam”:

As Rosas Não Falam
Cartola

"Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão,
Enfim
Volto ao jardim
Com a certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queres voltar
Para mim
Queixo-me às rosas,
Mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam
O perfume que roubam de ti, ai
Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E, quem sabe, sonhavas meus sonhos
Por fim."

Então eu pergunto onde está a supremacia de Drummond, o intelectual, comparada com mestre Cartola, que tomava cachaça nas tendinhas do morro. Não existe. Têm apenas os bons e maus artistas, se é que estes últimos existem. Eu não creio.

15 comentários:

Anderson Fabiano disse...

Jorjão,
agora você mexeu comigo. E como.

Primeiro porque sigo seus passos sem desviar um único tom: realmente arte é arte e danem-se os teóricos.

Segundo porque Cartola é um gênio! E não digo isso por ser mangueirense, mas, porque acredito que há muito mais coisas no ar que os aviões de carreira.

As rosas é um exemplo cabal disso. A construção, as figuras, o encaixe de fantasia e realidade... pô, isso não é coisa de favelado (no bom sentido), mas, de gênio.

E a coisa não para por ai, A vida é um moinho é outra obra prima! A história por trás dos versos, tudo...

Parceirinho, salve, salve os botequins da vida! Aldir Blanc que não me deixe mentir.

Salve Cartola! Salve a Mangueira! Salve Aldir! Salve o Vasco! Salve a poesia! Salve você! E salve-se quem puder...

Meu carinho,
Anderson Fabiano

Marco Bastos disse...

Bom dia, Jorge. Concordo com tudo que você escreveu sobre a Arte. Não há arte boa e medíocre - há artistas bons e medíocres. No entanto acredito que haja diferenças na potência das linguagens. A Música é muito potente até porque invade o espaço, tridimensionalmente. A luz só se enxerga nas direções corretas. A leitura exige concentração. A escultura pede atenção. A Música invade e modifica o ambiente.
Outro dia escrevi: "Toda palavra é gesto áspero porque o próprio pensar é cheio de ruídos. O problema não está no poeta nem no poema, mas na linguagem. Quanto menos palavras houver num poema, melhor - poema é clarão e silêncio." Desculpe-me os excessos - eu sou engenheiro. rsrs. Como sempre, você é ótimo no que escreve. abraços.

petuninha disse...

Salve, Jorge!
Vc. abordou um tema muito interessante. As composições de Cartola são Fantásticas. Temos Noel Rosa e vários outros surpreendentes, que nem sempre são valorizados como deveriam.
Penso que este é um tema para uma tese de Literatura.
Bastante complexo.
Beijo.

marcia disse...


Jorge,qualquer arte só me agrada se transmitir emoção..Só as rosas amarelas falam...bjus

EstherRogessi A.Mendes disse...


Caríssimo, arte, artista... Como diz García Lorca (...) “Todas as coisas têm seu mistério, e a poesia é o mistério que todas as coisas têm.”
A princípio, poesia e música era uma só coisa... Houve a separação com o passar do tempo.
A arte em suas múltiplas formas é algo divino; a inspiração é divina – quem é o homem para se apropriar de algo tão magnânimo e misterioso...?
Se assim fosse, os artistas natos e intelectuais reconhecidos pertenceriam, a um grupo seleto, do qual, certamente, seriam exclusos os denominados “favelados,” qual Cartola; os cariocas: Jamelão e Noel Rosa; o gaúcho de Porto Alegre - Lupicínio Rodrigues e, tantos outros talentos imortais, aliás, publico o meu protesto concernente a mudança do nome original de FAVELA para COMUNIDADE... Perda de identidade!
A favela é uma grande obra de arte!
A arte jamais será medíocre, assim sendo, não há artista medíocre. O que existe são pessoas que não alcançam, ou, não alcançaram, os sentires do artista. É loucura julgar arte... A peculiaridade é só dele!
Ora! Quem sabe a intensidade de minha dor...do meu amor... Sou eu! Expresso como me apraz... e, eles também!
Agradeço-lhe a visita e comentário.
http://pintorespernambucanos.blogspot.com.br/2013/01/imagens.html#comment-form

Saudações poéticas,
EstherRogessi

IDERVAL TENÓRIO disse...

Mestre para nós mortais, o imortal é o Cartola, Cartola na expressão da palavra é um dos maores ícones deste país. Consta em um documentário sobre o mestre Cartola , que ao cantar para uma platéia seleta , o grande Villa Lobo estava presente e o Cartola pergunta ao demonstrar uma de suas músicas:

"Maestro tá certo?", a resposta veio de um dos maiores músicos brasileiros de todos os tempos: Villa Lobo :"Não Cartola, tá tudo errado, mas tá lindo!

Célia Rangel disse...

Cartola & Arte,
Simplesmente questão de genial sensibilidade.
Abraço, Célia.

Rita de Cássia Zuim Lavoyer disse...

de vez enquando a gente acorda artista. Outro dia quer ser e não consegue. Aí vem o outro dia, junto com ele outras aptidões e dentro delas muita arte.

Marcelo Pirajá Sguassábia disse...

Ta aí uma discussão que nunca vai ter fim. Mas arte se sente, não se define. Abraços, amigo Jorge - dono da arte da escrita.

Mardilê Friedrich Fabre Mardi disse...

Li certa feita que "arte é a expressão do belo". E me indago sempre, e sempre, e sempre: "O que é o belo?" Isso dá uma tese e envolve muita discussão. Para mim é simples: arte é o que me emociona e ponto. Abrs. Mardilê

Carmem Velloso disse...

Eu assisti a entrevista de Nélida quando ela afirmou que considerava "As rosas não falam" uma das melhores poesias da língua brasileira, Jorge. Também acho que seja, as figuras são muito adequadas e o poema belíssimo.
Parabéns pela postagem.
Bjs. Carmem

IDERVAL TENÓRIO disse...

ACESSEM ESTES BLOGUES- VOCÊS GANHARÃO CULTURAS DIVERSAS.



Amigos, ao entrar na Internet para leituras , para o entretenimento cultural, deve o cidadão optar por páginas que enriquecem o ser sempre que forem acessadas, são sítios e blogues que levarão o jovem à reflexão, à busca dos fatos filosóficos e da realidade da vida.

Postarei inicialmente, quatro endereços dos mais importantes para adicionarem à sua já rica mente, mais conhecimentos.

São os blogues do Jorge Sader, da Yayá, da Jossara e do Daniel Walker e do Casimiro, o blog do Juazeiro do Norte-Ceará, A TERRA DO PADRE CÍCERO.

1-É imprescindível e quase que obrigatório acessar a pagina do Professor Jorge Sader, um dos maiores escritores da atualidade que brinda o seu público com ótimas matérias. Oriundo do Rio de Janeiro, este mestre das letras emociona o leitor em cada leitura.
http://aduraregradojogo24x7.blogspot.com.br/

2-Chamo a atenção dos amigos que não deixem de ler a escritora Yayá, uma Paranaense que de dentro de sua alma , deixa emanar, surgir e florir artigos que contagiam o leitor, grandes serão as emoções vividas pelos amigos, acessem e comentem os artigos deste belo blog..
http://arteseescritas.blogspot.com.br/

3-Amigos e quando se pensa que já se viu de tudo, se deparem com um blog humano, real, um blog cidadão que tem muito a apresentar e a contribuir para a sua vida, é o blog da Jossara, é uma viagem ao paraíso.
http://contos-poemas.blogspot.com.br/

4- Por derradeiro, conheçam a cidade de Juazeiro do Norte Ceará, a terra do Padre Cícero, conheçam também a história de um ícone polêmico e mundial, o Padre cearense Cícero que fundou a cidade, foi nesta cidade que eu nasci. O blog sob o comando do Professor Daniel Walker e do Professor Renato Casimiro documenta com fidedignidade uma importante página da História do Brasil, conheçam esta parte do mundo..
http://www.portaldejuazeiro.com/


CONHEÇAM TAMBÉ A MAIS IMPORTANTE CANTORA DO CONTINENTE AFRICANO- Miriam Makeba

Artes e escritas disse...

Jorge, o Dr. Iderval indicou o seu blogue e eu sigo com a certeza de aprender um pouco mais com a vossa sabedoria, bom vos ler de novo. Um abraço, Yayá.

Cristina disse...

Difícil definir, eu mesma já tentei me alfabetizar artisticamente, e desisti... Deixo apenas rolar!
É algo complexo, com parâmetros que me fogem como formiguinhas, para lá e para cá.

Caio Martins disse...

É vero, Mestre Jorge! Li e ouvi cantigas - inclusive as de roda - cuja qualidade compete com os mais eruditos textos. Cartola foi (e permanece) um iluminado; assino em baixo, se me permitirem, de suas palavras e dos demais. Forte abraço! Parabéns.